Biografia

Matheus Cássio Blach

Matheus Cássio Blach é Historiador (2011) com mestrado em Ambiente Construído e Patrimônio Sustentável pela Universidade Federal de Minas Gerais (2017). Atualmente é Historiador no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).
Foi membro do Comitê Brasileiro do Conselho Internacional de Monumentos e Sítios (ICOMOS/BRASIL) entre 2017 e 2019; membro da equipe editorial da Revista Fórum Patrimônio: ambiente construído e patrimônio sustentável (UFMG) entre 2015 e 2019; membro do Instituto de Estudos do Desenvolvimento Sustentável (IEDS) entre 2015 e 2019.
Publicou 7 artigos em periódicos especializados e 4 trabalhos em anais de eventos. Possui 1 capítulo de livro e 3 livros publicados. Possui 5 itens de produção técnica, entre os quais se destacam "Serviços de consultoria especializada referente ao Patrimônio material e imaterial dos municípios impactados pelo rompimento da Barragem de Fundão em Mariana, MG" e "Estudos para instrução de tombamento: Igreja de São Miguel Arcanjo, Baía da Traição, PB". Foi autor da pesquisa histórica e metodológica que orientou a produção do documentário "Barba, cabelo, bigode". Participou de 21 eventos no Brasil, tendo sido membro de comissões organizadoras de 6 destes. Já realizou e coordenou trabalhos técnicos e de pesquisa sobre História e Patrimônio Cultural em mais de 40 cidades brasileiras.
Dentre 5 prêmios recebidos destacam-se o prêmio "Destaque Acadêmico do Centro Universitário UNA" pelo trabalho "Relações de Poder e Sociabilidade na Cidade de Tiradentes, Minas Gerais" em 2009 e o prêmio "Portal de Ouro UNA" por ter obtido a melhor média geral de aprovação no curso de História, graduando-se com louvor, em 2011.
Atua nas áreas técnica, de ensino e de pesquisa em História e em Patrimônio Cultural com ênfase nos estudos sobre cultura e cidades, conservação de bens culturais, história das cidades, desenvolvimento sustentável, relações de poder e sociabilidade, memória e identidade.